Laboratório europeu de governança transfronteiriça: Eurocidade do Guadiana 2020

Contribuição FEDER
805496
Orçamento Total
1073995
Tipo
INTERREG V - 2.ª Convocatória
Data início
01/01/2018
Data fim
31/12/2021

Resumo/ Principais Objetivos

Os municípios que compõem a Eurocidade do Guadiana, como Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial, pretendem abordar novos desafios territoriales mediante um desenvolvimento urbano e social coeso. Para isso, seguindo as diretrizes do Pacto de Amsterdão, querem adotar novas metodologias de trabalho em comum e realizar uma estratégia de acordo com as novas directrizes comunitárias

A cooperação entre cidades transfronteiriças que têm um território contíguo e elementos comuns como o rio Guadiana é um interessante desafio,constituindo o primeiro laboratório permanente de governança transfronteiriça na Eurorregião Alentejo-Algarve-Andaluzia. 

Descrição/ Atividades do Projeto

Melhoria da qualidade de vida nas cidades, com novos desafios sociais através da inovação e o crescimento, criando uma estrutura em que cada cidade mantenja a sua autonomía de gestão mas que possam ter-se em conta a complementariedade, a especialização de cada uma de elas, a criação de áreas funcionais temáticas e o establecimento de sinergias com  as ciudades e muito especialmente com os territórios de bixa densidade mais próximos

Área de cooperação
Alentejo / Algarve / Andaluzia
Eixo Prioritário
4. Melhoria da capacidade institucional e eficiência da administração pública
Objetivo Temático
11 - Melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e as partes interessadas e a eficiência da administração pública
Prioridade de Investimento
11B-Melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e partes interessadas e a eficiência da administração pública mediante a promoção da cooperação jurídica e administrativa e a cooperação entre os cidadãose las instituições
Objetivo Específico
OE11B - Assegurar processos de acercamento e cooperação entre os vários agentes que operam no território
Categoria de Intervenção
112. Facilitar o acesso a serviços acessíveis, sustentávels e de qualidade, incluino os serviços de saúde e sociales de interesse geral
119 – Investimento na capacidade institucional e ea eficiência das administrações e dos serviços públicos, a nivel nacional, regional e local, tendo em conta a realização de reformas, uma melhor regulação e uma boa governança